Ventosaterapia

Ligue-nos agora 965 003 068

Ventosaterapia - Tratamento natural por sucção

O que é a Ventosaterapia

A Ventosaterapia, que já era utilizada ancestralmente em civilizações orientais e no antigo Egipto, tem como princípio a sucção localizada da pele. Atualmente, tal é feito recorrendo à utilização de campânulas de vidro ou acrílico (ventosas), no interior das quais é gerado um vácuo, com o auxílio duma “pistola”, que atua como bomba para retirar o ar. Este processo gera uma pressão negativa no interior das ventosas que são, então, utilizadas para realizar deslizamentos sobre a pele, designados como massagem de vácuo, aumentando a oxigenação dos tecidos, a intensidade do metabolismo, melhorando a circulação linfática e sanguínea e reduzindo a retenção de líquidos no organismo. É um método não invasivo que pode ser usado para uma ampla variedade de problemas, de forma eficaz, isenta de efeitos secundários e praticamente sem contraindicações.

A Ventosaterapia no Atelier Adelius

Centenas de estudos em todo o mundo apontam para inúmeros benefícios da Ventosaterapia em diferentes patologias do nosso organismo. No Atelier Adelius aplicamos a Ventosaterapia, fundamentalmente nas seguintes áreas:

  • Tratamento de Celulite e Estrias.
  • Modulação Corporal.
  • Tratamento de Contraturas e Lesões Musculares.
  • Tratamento de Dores Articulares e Relaxamento Muscular.

  • Ventosaterapia
  • Ventosaterapia
  • Ventosaterapia
  • Ventosaterapia
A Ventosaterapia no tratamento da Celulite e da Estrias e na Modulação Corporal

Os efeitos da Ventosaterapia contribuem para a renovação e fortalecimento da pele e do sistema linfático, o que leva a diminuir o efeito “casca de laranja” da pele, devido à presença da celulite. Na prática, a aplicação desta técnica estimula a circulação local, transformando as moléculas de gordura em glicerol, substância utilizável pelo organismo no processo metabólico natural (gasto de energia), sendo eliminada de forma natural (através da urina e do sistema linfático), restaurando a qualidade do tecido cutâneo.
No tratamento das estrias, a Ventosaterapia atua de forma a promover a sangria na região afetada. O objetivo é aumentar o volume sanguíneo e líquido na região e favorecer a elasticidade da pele. Este procedimento também estimula o colagénio e regenera as células atenuando o aspeto das estrias brancas. Dado que a Ventosaterapia permite atuar nas camadas mais profundas da pele, é ideal para as estrias brancas, que, sendo mais antigas, afetam essas regiões mais profundas.
Sendo um tratamento eficaz no combate à celulite e às estrias, a Ventosaterapia contribui para a modulação e firmeza corporal. A utilização das ventosas contribui, de forma decisiva, para a recuperação da elasticidade da pele e da firmeza muscular, fatores essenciais para eliminação da flacidez.
Convém realçar que a Ventosaterapia tem um efeito potenciador noutro tipo de tratamentos de combate à celulite e ás estrias. Também potencia o efeito da massagem anti celulite, ao permitir uma modelação mais rápida e eficiente, tal como promove uma penetração mais profunda dos cremes utilizados. Por isso, se utilizar a Ventosaterapia como complemento a outros tratamentos, obterá resultados mais duradouros e de forma mais rápida. Fundamental, em qualquer tratamento de redução da celulite e das estrias, incluindo a Ventosaterapia, é praticar um estilo de vida saudável, nomeadamente no que respeita à alimentação e ao exercício físico.

A Ventosaterapia no tratamento de contraturas e como relaxante muscular

Com a técnica da Ventosaterapia, tal como foi referido, exerce-se sucção sobre a pele com a utilização das ventosas. O vácuo que é criado puxa o sangue, melhora a circulação sanguínea e relaxa os músculos e as articulações. Também tem efeitos anti-inflamatórios e ajuda no alívio de dores. As ventosas são mais eficazes do que uma massagem porque estimulam muito mais a circulação e, para se conseguir os mesmos efeitos, teria que se massajar uma zona do corpo durante duas horas. O efeito de sucção na pele faz com que o ar, mais quente, dentro das campânulas tenha uma densidade mais baixa e, à medida que arrefece junto à pele, diminua a tensão no local.
Não é por acaso que a Ventosaterapia é utilizada por atletas de alta competição, em diferentes modalidades. No entanto, a Ventosaterapia não tem apenas efeito em desportistas, bem pelo contrário, pode e deve ser utilizada em todos os casos em que se pretenda reduzir a tensão muscular, dores nas articulações e promover o processo anti-inflamatório, fundamental para tratar qualquer tipo de lesão muscular e articular.
Quando usada como complemento a outros tratamentos, a Ventosaterapia tem um efeito potenciador dos seus efeitos, contribuindo para uma recuperação mais rápida e eficaz.

Contraindicações da Ventosaterapia

Embora seja seguro, o tratamento com Ventosaterapia possui algumas contraindicações e, por isso, não deve ser aplicado em pessoas que apresentam:

  • Trombose, tromboflebite ou distúrbios hemorrágicos.
  • Varizes.
  • Feridas.
  • Fratura no local a ser tratado.
  • Febre.
Além disso, o tratamento com ventosas também deve ser evitado durante a gravidez, especialmente se não existir supervisão médica.